A Saúde passa pelo Intestino

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

O médico americano Michael D. Gershon da Universidade de Columbia, afirmou, a par de outros profissionais de saúde, que o intestino tem o seu próprio sistema nervoso autónomo, com uma rede de 100 milhões de neurónios.

 

Esta rede de neurónios, libertam substâncias que comunicam entre as células nervosas, denominados neurotransmissores.

 

O que é que isso significa?

 

Significa que 90% da serotonina, que é o neurotransmissor da felicidade, ou seja, responsável pela sensação de bem estar, é produzida pelos intestinos. Mas não só! 80% do potencial imunitário do corpo também é produzido nos intestinos, além disso, é igualmente um grande produtor da hormona de crescimento.

As noites mal dormidas, o excesso de bebidas alcoólicas, o consumo exagerado de alimentos processados, o tabagismo e o consumo de açúcar interferem com o funcionamento do intestino, pois estes factores modificam o PH intestinal e aceleram o envelhecimento, a falta de vitalidade e podem ainda agravar os quadros de depressão.

É por isso que, mesmo antes deste amplo conhecimento cientifico que vivemos nos dias de hoje e ainda bem, já antigamente e de forma empírica uma das primeiras abordagens de um naturopata era e é em relação ao funcionamento intestinal do paciente, sendo que o tratamento do fígado e dos intestinos é essencial para qualquer processo de recuperação da saúde.

 

A água e as fibras, por exemplo, são importantes para o funcionamento dos intestinos, assim como a aveia, o arroz integral e a linhaça.

 

A manutenção de bons níveis cerebrais de serotonina pode ser promovida através da ingestão de alimentos ricos em Cálcio e Magnésio porque estimulam a produção de triptofano, o aminoácido precursor da serotonina.

Entre as fontes de cálcio mais comuns estão os brócolos, as amêndoas e as sementes de sésamo.

Já o magnésio encontramos facilmente nas leguminosas como o feijão e as lentilhas, no tofu, nos cajus e nozes, espinafres, aveia e arroz integral.

Agora que já sabes, toca a cuidar dos teus intestinos!!

 

Fonte Original do artigo Aquí

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscrever
Notificar de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

3 Comentários
mais antigo
mais recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
SARA
SARA
4 anos atrás

Olá Vera,
É saudavel substituir o açucar por Stevia.
Gosto de beber café com leite pela manhã e tenho que colocar sempre um pouquinho de açucar branco? Tenho ouvido falar no stevia como uma boa opção.
Obrigada
Gosto muito dos seus textos.
Bjnho
Sara

Adélia André
Adélia André
3 anos atrás

Excelente, mesmo a calhar. Vou fazer amanhã uma colonoscopia de prevenção. Já tenho todos estes cuidados mas…vamos ver. Seria bom que a Dra colocasse uma maneira saudável, natural e muito eficaz de limpar os intestinos de forma natural sem ter que tomar os 4 comprimidos e o pó de duas carteiras para limpar as tripas. Estes químicos, nada naturais só tem efeitos secundários. Eu não pesquisei ainda uma forma natural e segura pois tenho receio que não fiquem por cento limpos e sendo assim eles não fazem o exame. Obrigada.

  • Sobre

    Sou a Vera, naturopata especializada na saúde da mulher e da criança e autora do livro Nascer e Crescer Vegetariano.

    Segue nas Redes Sociais
    Categorias
    Livros e Materiais
    Cursos e Masterclasses Online

    Todas as informações fornecidas por este website destinam-se única e exclusivamente para finalidades informativas ou educacionais, não tendo a intenção de substituir as orientações fornecidas pelo profissional de saúde ou médico, nem para serem utilizadas para diagnóstico ou tratamento clinico.

    Tens a minha autorização para utilizar os conteúdos da página da forma que quiseres.

    Conhecimento e sabedoria são recursos inesgotáveis que crescem ao serem partilhados. Todos beneficiamos com isso! No entanto, não nos responsabilizamos por nenhuma consequência direta ou indiretamente tomada com base nas informações desde website.

    Se quiseres explorar mais conhecimentos e informações em fontes credíveis e reconhecidas, clica aqui para ver a lista de recursos que recomendo.