Alimentos que reduzem a testosterona

Alimentos que reduzem a testosterona na SOP

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Todas as mulheres têm pequenas quantidades de testosterona, mas as mulheres com síndrome do ovário policístico (SOP), normalmente, apresentam valores mais elevados desta hormona e esta situação pode estar relacionada a diversos motivos, sendo que o mais comum deve-se a uma resistência à insulina.

A resistência à insulina é uma condição em que as células do corpo não respondem ao sinal que a insulina envia e, como resultado, os níveis de açúcar no sangue permanecem elevados. 

Para reduzir os níveis de açúcar no sangue, o pâncreas começa a produzir ainda mais insulina. Níveis elevados de insulina no corpo têm o efeito colateral indesejado de dizer aos ovários para aumentar a produção de andrógenos (hormonas masculinas), resultando em sintomas que se associam à síndrome do ovário policístico.

Os parâmetros normais de testosterona livre em mulheres devem estar entre 0,3-1,9 ng / dL (0,01-0,07 nmol / L).

Outra causa possível é o stress crónico.

O ‘stress’ também pode fazer parte desta teia de fatores que originam a síndrome do ovário poliquístico e isto porque o ‘stress’ faz com que as glândulas suprarrenais libertem hormonas como o cortisol e hormonas masculinas, como o DHEA, o DHEA-S e androstenediona. 

Estas hormonas agem para tentar proteger o corpo dos efeitos prejudiciais do excesso de cortisol, no entanto, quanto mais tempo o cortisol permanece elevado, mais hormonas são libertadas, resultando numa forte possibilidade de desenvolver SOP.

Uma das consequências da presença de níveis elevados de testosterona nas mulheres é a inflamação. Isto acontece por a inflamação ser uma resposta natural do sistema imunitário para proteger o corpo, mas quando esta resposta é constate, torna-se crónica e danosa para a saúde da mulher, fazendo com que os níveis de inflamação permaneçam constantemente elevados.

Como base de qualquer tratamento de naturopatia, a alimentação é sempre a estratégia mais importante para gerir qualquer condição clínica e na SOP isto é especialmente verdade.

Existem diversos alimentos que reduzem a testosterona na SOP e que nos podem ajudar a diminuir natural e gradualmente os níveis de outras hormonas masculinas, apenas temos que ter consciência que são alimentos para adicionar na nossa rotina alimentar durante um longo período.

Descreverei de seguida quais os alimentos que reduzem a testosterona na SOP e que considero mais importantes em situações de síndrome do ovário policístico para te ajudar a incorpora-los no teu estilo de vida.

linhaça e saúde

Sementes de linhaça (Linum usitatissimum)

As sementes de linhaça são originárias do Egito, sendo atualmente cultivadas em todo o mundo, incluindo Europa, Ásia, América do Sul e Estados Unidos.

As sementes de linhaça são ricas em lignanas que são compostos estrogénicos que se pensam estar associados à redução de hormonas masculinas nas mulheres.

Nesse sentido, para se obter os resultados desejados, é necessário que haja um consumo de pelo menos 30g de sementes de linhaça por dia. Além da clara redução dos níveis de testosterona total e testosterona livre, as sementes de linhaça também contribuem para a redução do hirsutismo (crescimento excessivo de pelos).

Infusão de Hortelã (Mentha spicata)

A hortelã é uma espécie nativa da Europa e da Ásia.

Embora a investigação sobre o papel da hortelã na SOP ainda se encontre numa fase bastante embrionária, pensa-se que esta planta possui propriedades antiandrogénicas, o que pode beneficiar e muito os quadros clínicos de síndrome do ovário policístico, através da redução dos níveis da testosterona livre e testosterona total.

Para obteres o efeito desejado, podes começar por beber uma infusão de hortelã, duas vezes por dia durante 30 dias. Além disso, está associado a uma redução na incidência de hirsutismo.

Nozes e amêndoas

As nozes e as amêndoas são um lanche delicioso e uma grande fonte de gorduras saudáveis. Mas também podem reduzir os níveis de testosterona em mulheres com SOP, porque:

  • Aumenta a sensibilidade à insulina

Existe uma ligação entre a resistência à insulina e a SOP, como tal é importante controlar os níveis de açúcar no sangue. Uma forma de reduzir a resistência à insulina é aumentar a sensibilidade à insulina.

O que a evidência mostra é que as mulheres que têm um maior consumo de frutos secos, especialmente nozes e amêndoas, aumentam a sensibilidade à insulina.

  • Aumenta a globulina de ligação à hormona sexual (SHBG)

A Globulina de Ligação à hormona Sexual (SHBG) é uma proteína produzida pelo fígado. O seu papel no corpo é ligar-se a três hormonas sexuais: estrogénio, testosterona e dihidrotestosterona (DHT). O SHBG carrega essas hormonas por todo o corpo para reduzir o nível de hormonas livres.

A testosterona ligada ao SHBG não é usada pelo corpo. Mulheres com SOP, no entanto, apresentam baixos níveis de SHBG. Como resultado, mais testosterona do que o normal é usada pelo corpo, levando a sintomas de SOP como infertilidade, queda de cabelo e crescimento excessivo de pelo.

Nesse sentido, as nozes e as amêndoas encontram-se associadas ao aumento dos níveis de SHBG, o que faz com que o seu consumo resulte numa diminuição dos níveis de testosterona livre. Portanto, adiciona algumas dessas nozes à tua alimentação para aumentares a sensibilidade à insulina e os níveis de SHBG.

Alimentos que reduzem a testosterona na SOP

Ácidos gordos omega-3

Os ácidos gordos ómega 3 são um tipo de gordura encontrada em alimentos como as sementes de linhaça e de cânhamo, que atua no nosso corpo como agente anti-inflamatório.

Como grande parte das mulheres com sop, apresenta algum nível de inflamação, é importante aderir a estratégias que a diminuam. Muitos fatores podem causar isso, incluindo resistência à insulina e níveis de cortisol elevados, o que por sua vez, pode causar um aumento nos níveis de testosterona.

Os ácidos gordos ómega 3 podem ajudar a diminuir a inflamação no corpo porque têm propriedades anti-inflamatórias. A suplementação com ómega-3 (3g/dia) pode ajudar a reduzir os níveis de testosterona e regular o ciclo menstrual em mulheres com SOP.

Os resultados são encorajadores para mulheres com SOP que buscam reduzir a testosterona e recuperar um ciclo menstrual saudável.

Inositol

O inositol é uma substância, muitas vezes referida como vitamina B8, encontrada naturalmente na maioria dos alimentos, mas mais rica em cereais integrais e frutas cítricas.

Existem nove formas de Inositol, chamadas estereoisómeros, mas as duas formas mais comuns são o Myo e o D-Chiro Inositol.

O inositol tem a capacidade de criar um efeito semelhante ao da insulina no corpo. O que significa que pode agir como a insulina, reduzindo os níveis de insulina e de testosterona.

Como podes ver, a alimentação é uma estratégia essencial para reduzir os níveis de testosterona, uma vez que ajudará a reverter os sintomas da SOP e ao incorporares estes alimentos que reduzem a testosterona na SOP irás, de certo, sentir-te bem melhor.

Além disso, é crucial que cultives a paciência, pois o equilíbrio hormonal não acontece de um dia para o outro.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscrever
Notificar de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Sou a Vera, naturopata especializada na saúde da mulher e da criança e autora do livro Nascer e Crescer Vegetariano.

    Segue nas Redes Sociais
    Categorias
    Livros e Materiais
    Cursos e Masterclasses Online

    Todas as informações fornecidas por este website destinam-se única e exclusivamente para finalidades informativas ou educacionais, não tendo a intenção de substituir as orientações fornecidas pelo profissional de saúde ou médico, nem para serem utilizadas para diagnóstico ou tratamento clinico.

    Tens a minha autorização para utilizar os conteúdos da página da forma que quiseres.

    Conhecimento e sabedoria são recursos inesgotáveis que crescem ao serem partilhados. Todos beneficiamos com isso! No entanto, não nos responsabilizamos por nenhuma consequência direta ou indiretamente tomada com base nas informações desde website.

    Se quiseres explorar mais conhecimentos e informações em fontes credíveis e reconhecidas, clica aqui para ver a lista de recursos que recomendo.