Espondilite anquilosante, o que é e o que causa?

 

A Espondilite anquilosante é um tipo de artrite. A condição causa dor e rigidez nas costas e ao longo do tempo pode fazer com que os ossos da coluna – as vértebras, se fundam.

 

A doença é muito mais comum em homens do que em mulheres (3: 1)

 

Sendo a Espondilite anquilosante um tipo de artrite, ela causa inchaço, dor e rigidez nas articulações, principalmente nas costas e na pélvis. A dor e a rigidez costumam ser piores na base da coluna, nas articulações sacroilíacas.

Na espondilite anquilosante, as articulações – e os ligamentos – começam a inchar, provocando dor. Nalgumas pessoas, a dor e a rigidez nas costas vem e vai, noutras, a limitação da dor e da mobilidade é constante e a doença piora com o tempo.

Quando o tecido ao redor das articulações é lesado pela doença, ele é substituído por um novo tecido que se transforma lentamente em osso. Com o tempo, isso pode fundir as articulações da coluna.

 

Eventualmente, algumas pessoas com espondilite anquilosante acabam com uma coluna quase totalmente unida, como um único osso, denominada coluna em bambú. Essa união, impede a pessoa de se dobrar, girar ou mover as costas e o pescoço.

 

Na maioria das pessoas, os sintomas de espondilite anquilosante aparecem durante a juventude. Infelizmente, como os sintomas podem ser confundidos com os outros tipos de artrite e como os sintomas se desenvolvem lentamente, um diagnóstico de espondilite anquilosante geralmente ocorre depois de passarmos por vários especialistas e diagnósticos.

 

A causa exata dessa condição é desconhecida.

 

Tem causas ambientais e genéticas. Isso significa que, se alguém da tua família tiver, é mais provável que também tenhas. Isto é em parte devido ao gene HLA-B27, que aumenta o risco de um diagnóstico de espondilite anquilosante.

No entanto, podes ter uma história familiar e ser portara do gene HLA-B27 e ainda assim não a desenvolveres, ou seja, existem fatores ambientais que influenciam o desenvolvimento ou não da doença.

 

SINTOMAS

Os sintomas da espondilite anquilosante variam de pessoa para pessoa. Em alguns casos, os sintomas começam cedo e de forma aguda, noutros podem ser leves e inconstantes.

A dor não começa de repente, é gradual e vai-se desenvolvendo ao longo dos anos. Também é comum que a dor e a rigidez sejam piores de manhã ou depois de algum tempo de inatividade.

• Dor ou rigidez na parte inferior das costas
• Dor nas nádegas
• Dor de pescoço
Fadiga
• Menos frequentemente, dor ou rigidez em áreas, como ombros, costelas, mãos, pés e ou calcanhares

Quando a espondilite já se encontra num estado avançado, a coluna fica rígida e começa a fundir-se, levando à sua curvatura e à dificuldade de movimentação.

 

Além da coluna, esta doença também pode fundir os ossos da caixa torácica e dificultar a respiração.

 

Outras complicações podem incluir inflamação ocular (uveíte), compressão da coluna vertebral causada pelo enfraquecimento do osso ou problemas no coração.

A doença também pode causar problemas que afetam o intestino ou a pele. Em casos raros, o principal sintoma da doença é inchaço nos braços e pernas. Este tipo de doença é conhecido como espondiloartrite periférica.

 

DIAGNÓSTICO

Embora não exista um teste específico para confirmar um diagnóstico, existem vários testes e exames que provavelmente irás fazer. Pode incluir:

• Um exame físico completo
• Avaliação do historial médico pessoal e familiar
• Exames laboratoriais:
• Taxa de sedimentação de eritrócitos (VHS) e proteína C reativa (PCR) para verificar a inflamação no corpo
• Antígeno leucocitário humano B27 (HLA-B27) para verificar a presença da proteína HLA-B27, (mais comum em portadores de espondilite anquilosante)
• Raios-X ou ressonância magnética para verificar as mudanças nas articulações

 

Atualmente, não há tratamento para a espondilite anquilosante, no entanto, o que existe visa reduzir a dor e a rigidez, bem como tentar evitar deformidade e limites nas atividades diárias.

 

Espondilite anquilosante é uma doença auto-imune?

A resposta atual é “mais ou menos”. A espondilite anquilosante como condição inflamatória apresenta características autoimunes.

Por exemplo, o HLA-B27 faz com que as células ataquem o tecido saudável, o que a torna uma doença auto-imune. Mas a doença também é caracterizada por inflamação, logo a resposta é ambígua.

 

 

 

 

 

 

 

 

. https://www.spondylitis.org/Ankylosing-Spondylitis
. www.mayoclinic.org/diseases-conditions/ankylosing-spondylitis/symptoms-causes/syc-20354808
. https://www.rheumatology.org/I-Am-A/Patient-Caregiver/Diseases-Conditions/Spondyloarthritis

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.