Inositol e selénio na doença de Hashimoto

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

A tiroidite de Hashimoto é uma das doenças autoimunes mais comuns.

 

A auto-imunidade pode ocorrer de várias formas diferentes, mas, eventualmente, a glândula da tiroide torna-se progressivamente inativa devido a processos auto-imunes mediados por anticorpos e células.

 

De acordo com um estudo recente publicado na European Review for Medical and Pharmacological Sciences, os pesquisadores demonstraram que o mio-inositol e o selénio ajudam a restaurar a função normal da tiróide nos pacientes de Hashimoto com hipotiroidismo subclínico.

 

O inositol, que se encontra em alimentos como as leguminosas, os cereais e as frutas, é normalmente usado para apoiar o sono, a saúde hormonal feminina e ajudar em casos de depressão e ansiedade.

É também um segundo mensageiro que regula várias hormonas como a insulina e a TSH (thyroid Stimulating Hormone).

 

Neste estudo, 168 pacientes com idade entre 22 e 62 anos participaram de forma controlada e aleatória durante seis meses.

Os pacientes tinham um nível de TSH entre 3-6 mUI / L, anticorpos elevados de TPO e / ou tiroglobulina, assim como níveis normais de T4 e T3 livres.

As pessoas foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos.

  • Um grupo recebeu 83 mcg de selénio por dia;
  • O outro grupo recebeu uma combinação de 600 mg de mio-inositol com 83 mcg por dia de selénio.

 

Como resultado, houve uma redução significativa nos níveis de TSH nos pacientes de Hashimoto com hipotiroidismo subclínico e aumento nas concentrações da hormona tiroidiana no grupo que fez a combinação com o mio-inositol e selénio.

Além disso, houve uma menor concentração de anticorpos de TPO (peroxidase tiroidiana) em ambos os grupos, mas apenas houve redução nos anticorpos de tiroglobulina no grupo do mio-inositol com selénio.

 

Uma vez que o mio-inositol combinado com o selénio diminui os níveis de TSH e aumenta a T3 e T4, pode eventualmente fornecer alguma proteção indireta em complicações cardiovasculares, uma vez que as hormonas tiroidianas regulam a frequência cardíaca e o metabolismo.

A diminuição dos níveis de T3 e T4 livres pode levar a uma hipertensão, à diminuição da frequência cardíaca e ao aumento da rigidez das paredes dos vasos sanguíneos.

 

Além de avaliar o estado nutricional do paciente (por exemplo, estado antioxidante, vitaminas, ácidos gordos essenciais, vitamina D), existe uma grande variedade de outros factores que devem ser analisados em relação às doenças auto-imunes.

 

Em naturopatia, trabalhamos com gatilhos ambientais para descobrir uma possível causa e recomendar a terapêutica adequada a cada situação.

 

 

Fonte: Nordio M, Basciani S. Myo-inositol plus selenium supplementation restores euthyroid state in Hashimoto’s patients with subclinical hypothyroidism. European Review for Medical and Pharmacological Sciences. 2017; 21 (2 Suppl): 51-59.

 

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscrever
Notificar de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1 Comentário
mais antigo
mais recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] pesquisa mostra, que existe uma relação entre o metabolismo da tiróide e a deficiência de selénio, uma vez que este mineral atua como catalisador na produção de hormonas ativas da […]

  • Sobre

    Sou a Vera, naturopata especializada na saúde da mulher e da criança e autora do livro Nascer e Crescer Vegetariano.

    Segue nas Redes Sociais
    Categorias
    Livros e Materiais
    Cursos e Masterclasses Online

    Todas as informações fornecidas por este website destinam-se única e exclusivamente para finalidades informativas ou educacionais, não tendo a intenção de substituir as orientações fornecidas pelo profissional de saúde ou médico, nem para serem utilizadas para diagnóstico ou tratamento clinico.

    Tens a minha autorização para utilizar os conteúdos da página da forma que quiseres.

    Conhecimento e sabedoria são recursos inesgotáveis que crescem ao serem partilhados. Todos beneficiamos com isso! No entanto, não nos responsabilizamos por nenhuma consequência direta ou indiretamente tomada com base nas informações desde website.

    Se quiseres explorar mais conhecimentos e informações em fontes credíveis e reconhecidas, clica aqui para ver a lista de recursos que recomendo.