Já ouviste falar sobre copos menstruais?

 

Os copos menstruais são ótimos para o ambiente, para a carteira e para a tua saúde.

 

Ao contrário do que se pensa, estes existem há mais de 80 anos…

 

Em 1937, uma supermulher, multifacetada (inventora, actriz, escritora) de nome Leona Chalmens, patenteou o primeiro copo menstrual, na altura chamado de “receptor catamenial”, feito de borracha vulcanizada.

Hoje em dia, apesar de muitas mulheres ainda o desconhecerem, já são comercializados em mais 55 países, continuando, no entanto, a ser um tema meio tabu, que causa desconforto e desconfiança.

 

Mas de misterioso nada tem este copo…

 

O copo menstrual é um recipiente feito de silicone medicinal que se insere na vagina durante a menstruação para recolher o fluxo menstrual.

A principal diferença em relação a outros métodos de uso interno como, por exemplo, os tampões é o facto de não absorver o fluxo, mas sim recolhe-o. Ou seja, este fica retido no copo, até que o líquido seja extraído. Depois, lava-se bem e volta-se a introduzir na vagina.

 

O procedimento é simples e rápido…

 

Para o colocares, basta dobrá-lo, dirigi-lo para a parte de trás da vagina e empurrá-lo um pouco. Se estiver bem colocado, nem sequer irás notar a sua presença.

 

QUAIS SÃO AS VANTAGENS?

🍃

 

① É confortável e prático

Dependendo do fluxo menstrual, o copo pode estar colocado por um período máximo de 6 a 12 horas, o que permite cumprir o nosso dia sem preocupações.

 

② Previne infeções

Devido ao material de que é composto, o copo menstrual respeita a flora vaginal, pois não contém químicos (Dioxina; Raiom ou Rayon; Plástico; Neutralizadores de odores).

Tendo em conta que a pele é o nosso maior órgão e que a nossa mucosa vaginal é altamente vascularizada, isto faz com que ocorra uma absorção rápida das substâncias que com ela entram em contacto.

O que significa que grande parte das substâncias que estão em contacto direto e permanente com a pele, acabam por ser absorvidas. Logo, esta solução é ótima para mulheres que sofrem com frequência de cistites e/ou candidíase.

 

③ É económico e sustentável

  • O copo menstrual é económico, pois custa em média entre 20 e 30 € e pode durar até dez anos.
  • É sustentável porque evita os detritos que os tampões e os pensos higiénicos causam ao meio ambiente.

 

QUAIS AS DESVANTAGENS?

🍃

 

É necessário esterilizá-lo entre períodos menstruais

Tanto no fim de um ciclo menstrual como no início deve-se esterilizar o copo, fervendo-o cerca de 3 minutos para evitar que as bactérias acumuladas se depositem na vagina.

 

Agora conta-me…

O que achas dos copos menstruais?

Já experimentaste alguma marca disponível no mercado?

Qual é o teu produto de higiene feminina preferido?

 

Partilha as tuas experiências e dicas para ajudar outras pessoas a encontrar a solução natural que se adapte ao seu estilo de vida.

 

Um beijinho ❤️

 

 

 

 

 

– J Womens Health (Larchmt). 2011 Feb; 20(2): 303–311. doi: [10.1089/jwh.2009.1929] PMCID: PMC3036176 PMID: 21194348
Preclinical, Clinical, and Over-the-Counter Postmarketing Experience with a New Vaginal Cup: Menstrual Collection
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3036176/

– Examining the safety of menstrual cups among rural primary school girls in western Kenya: observational studies nested in a randomised controlled feasibility study. https://bmjopen.bmj.com/content/7/4/e015429

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.