Tâmaras: Super Fruto

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

 

A Tâmara provém da palmeira tamareira. O nome, que ainda hoje é dado ao fruto – Dactylifera – vem da palavra grega dactylos, que significa dedos e há milhares de anos que as tâmaras são um alimento tradicional no Médio Oriente.

 

As tâmaras são um cultivo de subsistência de extrema importância em quase todas as regiões desérticas. A importância da tâmara na vida do deserto, devido à escassez de alimentos, fez com que este fruto fosse considerado um alimento perfeito na sobrevivência dos povos que viviam nos desertos, os chamados “Beduínos”.

Diz-se que um beduíno resiste três dias de marcha com uma tâmara: “No primeiro dia come a pele, no segundo dia o fruto e no terceiro o caroço”. Por isso, naqueles locais as tamareiras são objecto de veneração, simbolizando a união entre o céu e a terra, e a sua presença junto às casas é sinal de hospitalidade.

Mais tarde, os árabes trouxeram as tâmaras para o Sul e para o Sudoeste da Ásia, Norte de África, Espanha e Itália. Finalmente, as tâmaras foram introduzidas no México e na Califórnia pelos espanhóis em 1765. Actualmente, os países asiáticos e africanos, sobretudo o Egipto, a Arábia Saudita, o Paquistão, o Iraque e países vizinhos, produzem, em conjunto, cerca de 98% das tâmaras do mundo.

 

__________ Benefícios nutricionais __________

 

A tâmara é muito nutritiva por conter proteínas, açúcar, sais minerais e vitaminas, sobretudo, a vitamina C, que neste fruto existe entre 50 a 100 vezes mais do que na banana, 8 a 17 vezes mais do que na laranja, 75 a 150 vezes mais do que nas pêras e 50 vezes mais do que na maçã.

Uma característica marcante na composição da tâmara é o facto de, para além de muito doce, ser extremamente rica em fibras e uma excelente fonte de potássio, ferro e cálcio.

 

A tâmara é composta por 72% de hidratos de carbono simples e complexos. O que faz dela um dos alimentos mais energéticos que se conhecem (274 Kcal por 100 gramas de tâmara seca). Deste modo, são ideais para aqueles que precisam de muita energia, como as crianças, os desportistas, entre outros.

 

A tâmara também fornece muitos dos minerais necessários. Os sais minerais desempenham funções vitais no nosso corpo, tais como manter o equilíbrio dos fluidos, controlar a contracção muscular, transportar oxigénio para os músculos e regular o metabolismo energético.

Ricas em ferro, são aconselhadas para quem padece de alterações hepáticas e anemias.

 

É uma fruta muito doce. A tâmara fresca contém entre 20% e 36% de açúcar, enquanto as secas possuem entre 55% e 80%.

Devido ao seu conteúdo de açúcares complexos, este fruto permite ao organismo um processo de metabolização demorado.
Esta é uma qualidade interessante quando temos que manter um ritmo intenso de esforço físico ou mental por um período longo de tempo.

 

As tâmaras são também ricas em vitamina B5 (ácido pantoténico), conhecida pelos seus efeitos tranquilizantes. Por isso, há quem designe as tâmaras de “doces naturais anti-stress” pela capacidade que estas têm de proporcionar uma sensação de bem-estar e de relaxamento.

Devido a esta característica, é útil comer algumas tâmaras antes de dormir, já que contêm triptofano que estimula a formação de melatonina, de modo a contribuir para um sono tranquilo e evitar a insónia.

Como são ricas em vitaminas A, B e C, e em minerais como o cálcio, o ferro e o potássio, as tâmaras fortalecem as defesas do organismo face a gripes, viroses e outras infecções, tanto do aparelho respiratório como urinário.

Por último, este fruto é muito rico em potássio, o que ajuda a manter os níveis de pressão sanguínea normais e a diminuir a perda óssea. Como o excesso de potássio é eliminado do corpo, há pouco ou nenhum risco de toxicidade para as pessoas saudáveis, com função renal normal.

No entanto, as mulheres com função renal prejudicada devem monitorizar a ingestão de potássio porque podem não ser capazes de o eliminar de forma adequada.

 

Um beijinho ❤️

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscrever
Notificar de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Sou a Vera, naturopata especializada na saúde da mulher e da criança e autora do livro Nascer e Crescer Vegetariano.

    Segue nas Redes Sociais
    Categorias
    Livros e Materiais
    Cursos e Masterclasses Online

    Todas as informações fornecidas por este website destinam-se única e exclusivamente para finalidades informativas ou educacionais, não tendo a intenção de substituir as orientações fornecidas pelo profissional de saúde ou médico, nem para serem utilizadas para diagnóstico ou tratamento clinico.

    Tens a minha autorização para utilizar os conteúdos da página da forma que quiseres.

    Conhecimento e sabedoria são recursos inesgotáveis que crescem ao serem partilhados. Todos beneficiamos com isso! No entanto, não nos responsabilizamos por nenhuma consequência direta ou indiretamente tomada com base nas informações desde website.

    Se quiseres explorar mais conhecimentos e informações em fontes credíveis e reconhecidas, clica aqui para ver a lista de recursos que recomendo.